sábado, 6 de abril de 2013

RECEBE-ME


    Da luta diária, que tanto falam, guardo a memória do esquecimento. Sim, quero esquecer a luta, e engrandecer o riso, a satisfação de cada momento em que respiro. E resplandecer em cada memória em que estive contigo, em ato, ou em pensamento. Cada momento, sem nenhuma omissão.
    De onde tiro tudo isso, dirás, todas essas bobagens, esses engodos? Tiro do que todos chamam de coração, do que os sábios chamam de mente, os místicos chamam de alma. Cada palavra que brota aqui é um acalanto que te faço, um desejo de abraço que nos acolha, um ao outro, sem pejos.
    E tudo o que faço, o faço por mim, que não posso mais viver sem ti, mas mesmo assim, continuo vivendo. Contradição entre o que sinto e o que o corpo apronta comigo...continuo respirando, mesmo sem os teus pulmões; continuo vendo, mesmo sem teus olhos; falando, mesmo sem tua boca.   E te perdendo, me ganho, feliz com a descoberta: o amor não nos limita; nos faz ganhar, sempre.
    Visto então que nem tudo na vida é ganhar só para si mesmo, mas também compartilhar, aqui vai meu riso, meu gesto, minha intenção. Recebe- me assim, de mãos e olhos, poros e ouvidos abertos. Eu sempre estou chegando...

2 comentários:

RESENHA SOBRE MEU LIVRO NO BLOG PROSA ENCANTADA

Confiram que resenha linda da minha amiga e escritora Ana Lucia Santana sobre meu livro, em seu blog  http://prosaencantada.blogspot.com.br...