domingo, 21 de julho de 2013

VIELA DAS LAVADEIRAS

Viela das lavadeiras.
Onde, as lavadeiras?
Nos umbrais das portas?
Nos tanques, com as trouxas de roupa na cabeça?
Onde o passado,
A não ser nas paredes das casas,
Nas antigas pedras,
Nos gradis trabalhados?
Onde as lavadeiras,
A não ser no nome
Que desprende dom metal,
Falando de um tempo imemorial?
Viela das lavadeiras
Pedaço perdido no tempo

Quase sobrenatural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RESENHA SOBRE MEU LIVRO NO BLOG PROSA ENCANTADA

Confiram que resenha linda da minha amiga e escritora Ana Lucia Santana sobre meu livro, em seu blog  http://prosaencantada.blogspot.com.br...