quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

NA TUA PALAVRA

projeto Tuiteratura, SESC Sto. Amaro, 2013.
Na tua palavra, a paixão velada
Me locupleta a alma,
E eu, satisfeita,
Respiro novamente
Como se as letras
 Fossem de oxigênio
E não tinta da caneta...
Poeta, de onde tiras este poder
De nos fazer acordar,
E de reviver?
Abençoado seja o teu ócio
Para que mais produzas

Para o bem de quem lê...

4 comentários:

  1. que a criação inspire..
    ou que a inspiração crie..
    beijos querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. beijokas, Ingrid! e viva o ócio...(ainda vou descobrir onde está o meu)

      Excluir
  2. Faça-se o ócio. Coloque em suas composições o oxigênio,
    misture as palavras, perpetuai com o caldo da tua caneta…
    Continuai a derramar letras com paixão eternizada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, José Vitor. E viva o teu ócio também, amigo poeta.

      Excluir

Vai uma maçã aí?

E nós, as Evas do mundo, como seríamos definidas se a primeira Eva não tivesse oferecido a maçã para Adão? Me recordo também que existem ...