terça-feira, 25 de setembro de 2012

EU TE LIBERO, TU ME LIBERAS


E de um sonho brotou uma frase, e da frase nasceu uma história, e esta se contou em poesia...

Eu te libero
Tu me liberas
De antigos compromissos
Vindos de priscas eras.
E no fundo dos olhos
Nos perdoamos,
Por nos havermos perdido
Nos labirintos que a vida
Interpôs entre nossas histórias.
Nossas mãos soltamos,
Cortando eternos laços,
Por amor um ao outro,
Por abnegação, de fato,
Sabendo que já cumprimos
O que devíamos,
Em detrimento do que queríamos...
Em outras vidas
Outras histórias teceremos.
Histórias a quatro mãos,
Que juntos, espalharemos.
Te libero,
Tu me liberas.
Que profundo poder
Tudo isto encerra.
Nos liberamos de antigos compromissos
Velhas vidas,
Nossos vícios,
e nos demos alforria mútua.
Te deixo viver,
Me deixas viver.
Em cadeias de sonho
Não vamos mais
Um ao outro
Nos prender.
Com respeito isto se fez
(me espanto mais uma vez)
Quem sabe agora você reflita
E tudo o mais admita
Respeitando o esforço meu.
Agradeço a tudo
Que tenho de teu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RESENHA SOBRE MEU LIVRO NO BLOG PROSA ENCANTADA

Confiram que resenha linda da minha amiga e escritora Ana Lucia Santana sobre meu livro, em seu blog  http://prosaencantada.blogspot.com.br...