quarta-feira, 8 de agosto de 2012

LEVO TEU NOME COMIGO


Levo teu nome comigo, pelas calçadas por onde vou,

Quando vejo, uma poesia começou.

Poesia com gosto de manhã de sol,

Poesia com gosto de luar e um arrebol.

Quem é antigo há de lembrar,

Vozes perfeitas a cantar;

Quem nasceu ontem vai compreender

Pelo arrepio na pele

Que virá ao ler.

Levo teu nome comigo, pelas calçadas por onde vou,

Nome antigo, guardado

Em folha de papel de seda amassado.

Nome que me fez sorrir,

Me fez perder sono, ficar se ver

Muito verão e muito outono,

Por ofuscar  com tua memória

Tudo o que eu via...

Perdi o presente, cultivando nostalgia...

E ainda que hoje

Saiba viver cada dia,

Levo teu nome comigo,

Guardado e escondido,

Pelas calçadas por onde vou.


Acabadinha de fazer, após ler uma história de Rospo e Sapabela, de Marciano Vasques. O diálogo deles é incrível, e ele fala que lembra o nome dela, porque leva o nome dela com ele...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RESENHA SOBRE MEU LIVRO NO BLOG PROSA ENCANTADA

Confiram que resenha linda da minha amiga e escritora Ana Lucia Santana sobre meu livro, em seu blog  http://prosaencantada.blogspot.com.br...